I Passeio Ciclístico em prol ao combate do abuso e exploração sexual é realizado em Santa Rita do Araguaia

Na última manhã de sábado (19/05), foi promovido o 1° passeio ciclístico com o objetivo conscientizar e trazer visibilidade sobre a campanha do combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, uma parceria entre a prefeitura de Santa Rita do Araguaia por meio do CREAS, CRAS e a Paróquia Santa Rita dos Impossíveis. 

 

Para dar início ao passeio o padre Humberto de Freitas abençoou os participantes, e a prefeita Tânia Salgueiro em seu discurso, destacou a importância do projeto nascer dentro da igreja. “Esse projeto nasceu abençoado Deus, desejo e vou lutar ao lado de vocês para que esse movimento seja um dos maiores que Santa Rita já teve”, declarou a prefeita. 

 

O passeio ciclístico reuniu mais de 40 participantes, que após o alongamento com o professor e Superintendente de Esportes, Vinicius Aguiar, percorreram nove quilômetros, ao longo dos principais pontos da cidade, como escolas, postos de saúde e Lar dos Idosos, onde serão entregues os materias de higiene pessoal arrecadados durante as inscrições. Eles ainda receberam a camiseta da Campanha Faça Bonito, delicioso lanche, além de participar de gincanas e sorteio de prêmios.

 

O vigilante, Jorge Melo de Alcântara, 61, anos, esteve presente no passeio e destacou a importância da discussão sobre o tema da exploração sexual de menores. “Acho válido fazerem esse passeio, as crianças são indefesas e não veem a maldade das pessoas. Precisamos cuidar das nossas crianças!”, comentou Jorge.

 

Com grande participação da garotada, a professora Nara Rezende Gutierrez, de 36 anos, levou os dois filhos para participar da mobilização. “Eu acho legal o passeio, bem interessante, é bom para levar as crianças para participar, entender mais sobre o assunto e um incentivo ao esporte”, ressaltou a mãe.

 

A Campanha “Faça Bonito”

 

Instituído como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o dia 18 de maio passou a ser um dia de mobilização, que deu início através do “caso Araceli”, um crime que chocou todo o país em 1973. Uma garotinha de apenas oito anos, foi sequestrada, cruelmente violentada e assassinada. Após seis dias seu corpo foi encontrado carbonizado e os culpados nunca foram punidos.

 

Em 2009 foi criado um símbolo para a Campanha Faça Bonito, o desenho de uma flor, que além de associar a pureza e fragilidade de uma flor, nos remete a lembranças dos desenhos da primeira infância.

 

Nos 18 anos de mobilização a campanha já alcançou muitos municípios do nosso país. A proposta é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

 

Estagiária Mirelly Ferreira

Assessoria de Imprensa

Gestão Desenvolvimento para todos!

Imagens

Compartilhar

Desenvolvido por