Secretaria de Saúde realiza orientações sobre os novos procedimentos de contenção ao coronavírus

Nesta quinta-feira (19) e sexta-feira (20), equipes da prefeitura de Santa Rita do Araguaia (GO), juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizaram orientações ao comércio do município sobre os novos procedimentos de contenção ao coronavírus, que determina a suspensão de atividades que geram aglomeração de pessoas, como bares, restaurantes, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas. Os comerciantes podem trabalhar na modalidade delivery, e a ação não abrange farmácias, supermercados e padarias que devem adotar medidas para evitar o acúmulo de pessoas.

 

O seu Antônio José Buono já estava por dentro das novas regras. “Eu conversei com os meus funcionários, e nós só vamos trabalhar internamente. Tudo vai ser via disk entregas, sem taxa”. O comerciante também forneceu máscara, luvas e álcool em gel para o seu entregador. “A prefeitura tomou a atitude certa, temos que preservar a população, porque isso é sério”, completou Antônio.

 

Quem também já estava adequado as novas normas, foi o Ladislau Luis Neto, “É muito complicado para a gente que trabalha de comércio, pois as coisas já não estão fáceis, mas todos tem que prevenir e adaptar-se, porque a coisa não é brincadeira!”, fala o dono de lanchonete.

 

Joicedam Porfírio Porteiro vende cachorro quente na praça da matriz do município, e ainda não estava sabendo das novas medidas adotadas, porém, ao ser informada, gostou da iniciativa e recolheu as mesas e cadeiras, passando a oferecer o alimento para ser consumido em casa. “É uma ótima ideia! Até nós estávamos com medo. Nós não podemos parar o trabalho, pois as contas não esperam, mas a atitude é maravilhosa”. Ela também pediu para que todos os comerciantes atendessem as recomendações. “A gente está prevenindo a nós mesmos e aos nossos fregueses”, finaliza.

 

A medida tem duração de 14 dias e passou a valer nessa quinta-feira (19), podendo ser prorrogada. Quem descumprir o Decreto estará cometendo o crime e poderá pagar multa e ser detido por até um ano.

 

Assessoria de Imprensa

Desenvolvimento para Todos!

 

 

Compartilhar

Desenvolvido por