Dia D Vacinação contra a Gripe será neste sábado em Santa Rita do Araguaia

O Dia D de vacinação contra a gripe acontece neste sábado, dia 4 de maio. Os atendimentos serão realizados na Unidade Básica de Saúde (UBS) Joaquim dos Santos Borges, no Programa de Saúde da Família (PSF) Júlio Alves de Oliveira e no Posto de Atendimento Cartório Eleitoral (Detran/Junta Militar) de Santa Rita do Araguaia e estarão abertas das 8h às 17 horas. É necessário levar a caderneta de vacinação, cartão SUS e comprovante de endereço.

 

 

A imunização é especialmente para os membros dos grupos prioritários da campanha: idosos (com mais de 60 anos), crianças de 6 anos, gestantes, puérperas (mulheres em período pós parto até 45 dias), pessoas com necessidades especiais, doentes crônicos, professores, profissionais da saúde e profissionais das forças de segurança e salvamento. 

 

A campanha, iniciada em 10 de abril, tem como meta vacinar 90% da população dos grupos elegíveis para a vacinação. De 1.901 pessoas que devem ser vacinadas, apenas 331 vacinaram até terça – feira (30/04). Apenas 17,41% do público receberam a dose no município.

 

Durante a campanha de vacinação da gripe, você já deve ter escutado que quem está com essa doença não pode tomar a injeção. E a orientação está certa, mas exige explicações até para não causar um pânico desnecessário.

 

Conforme explica o enfermeiro e coordenador da Vigilância Epidemiológica, febre alta, desarranjos intestinais intensos, dores musculares são alguns dos sinais de que você deve adiar por uns dias a vacinação. “Orientamos as pessoa com sintomas moderados ou graves de uma possível infecção para esperar um tempinho antes de receber a dose da vacina da gripe ou qualquer outra; a campanha vai até 31 de maio, então, não precisa tomar exatamente no dia D”, afirma o coordenador da Vigilância Epidemiológica.

 

Essa indicação não tem a ver com a segurança ou eficácia do imunizante contra a gripe. O problema é que, ao aplicar a dose em alguém doente, fica complicado para o médico saber se uma eventual evolução do quadro tem a ver com a vacina ou com um agravamento da infecção.

 

 

Assessoria de imprensa

Desenvolvimento para Todos!

Compartilhar

Desenvolvido por